Mensagens populares

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Santuário Bom Jesus de Fão


Santuário Bom Jesus de Fão




Na segunda-feira de pascoela o Bom Jesus de Fão, na margem esquerda do Cávado, é uma romaria com tradição ancestral. A devoção à Paixão de Cristo conheceu enormes desenvolvimentos após o Concilio de Trento, conhecendo-se na diocese de Braga inúmeras igrejas e templos dedicados ao Senhor do Bom Jesus. A devoção ao Senhor de Fão teve início no século XVIII, após a descoberta de uma imagem de Cristo crucificado, no século anterior, junto ao rio, à qual faltava um braço.



 tradição oral indica que, após este achado, uma mulher desta freguesia terá acendido o lume com lenha que entretanto tinha recolhido da praia e verificara que um dos paus não era devorado pelas chamas do fogo. Uma vez retirado do lume, verificou que este pau tinha a forma de um braço associando então este membro à imagem de Cristo entretanto encontrada. Alguns documentos indicam a existência de uma ermida neste preciso local no século XVII, no entanto a construção do templo actual teve lugar entre 1710 e 1724.



Implantado num espaçoso adro rodeado de um muro guarnecido por pilastras encimadas por 32 esferas graníticas, este templo enquadra-se numa ampla alameda composta ainda por um coreto, um cruzeiro e um fontanário. Com planta em forma de cruz latina, detém uma fachada principal composta por um pórtico Renascentista ao qual se sobrepõe um janelão em granito. A torre campanária adoçada à capela-mor por trás do templo, foi construída por volta de 1730. A Imagem do Bom Jesus – Senhor dos Passos – encontra-se no camarim da capela-mor, erguendo-se no transepto o altar do Senhor da Agonia – ou dos Aflitos – e de Nossa Senhora das Angústias. (...)





Sem comentários:

Enviar um comentário