Mensagens populares

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Janeiro de Baixo


Casas em xisto - Janeiro de Baixo

    ANIVERSÁRIO
No tempo em que festejavam o dia dos meus anos,
Eu era feliz e ninguém estava morto.
Na casa antiga, até eu fazer anos era uma tradição de há séculos,
E a alegria de todos, e a minha, estava certa com uma religião qualquer.
(...)
O que fui de coração e parentesco.
O que fui de serões de meia-província,
O que fui de amarem-me e eu ser menino,
O que fui --- ai, meu Deus!, o que só hoje sei que fui...
A que distância!...
(...)
Hoje já não faço anos.
(...)
 Somam-se-me dias.
Serei velho quando o for.
Mais nada.
Raiva de não ter trazido o passado roubado na algibeira!...
O tempo em que festejavam o dia dos meus anos!... 

Álvaro de Campos,(Heterónimo de Fernando Pessoa) 15-10-1929

Sem comentários:

Enviar um comentário